Existência de Deus

Existência de Deus

Existência de Deus, o crente ou o ateu, crendo ou não o fazem pela fé. Os cristãos são acusados de ignorantes e tapados por acreditarem em um Deus invisível, no qual não pode ser provado cientificamente. No entanto, o ateu também não pode provar que Deus não existe. Então, crer ou não crer na existência de Deus é uma questão de fé. E fé por fé, é mais racional crer que Deus existe.

Existência de DeusNeste artigo, pretende-se mostrar de forma racional e lógica que crer na existência de Deus não é coisa de ignorante, mas, atitude de gente inteligente. Também, mostrar que existem muitos cristãos inseridos nos círculos acadêmicos, capaz de debater de forma razoável e argumentar dentro dos limites da lógica que Deus existe.

Sabemos que foi Aristóteles quem lançou os alicerces da lógica. E a lógica é instrumento de toda a ciência. É a única condição para que a ciência seja possível. O que é ilógico é caos e não pode ser compreendido de maneira ordenada. Isto torna a ciência impossível.

Compreende-se á lógica como a lei da não contradição, ou seja, uma coisa não pode ser e não ser ao mesmo tempo, princípio e relação. Apoiado na lógica que é a ferramenta suprema da Filosofia. Não pretendemos afirmar quem está com a verdade, porém, avaliar se o argumento é válido ou não.

Vamos aos argumentos:

  • Começamos pela etimologia da palavra “ateu”, ela vem do termo grego “theos” (Deus), mais a partícula de negação (a) a. No sentido real o ateu é uma pessoa que nega a existência de Deus.

A pergunta é óbvia: Se Deus não existe porque o ateu se preocupa tanto em negar sua existência? Não seria uma perda de tempo? A própria existência do ateu argumenta a favor Deus.

  • Um professor ou algum erudito afirmam categoricamente que não existe verdade absoluta, cujo objetivo é negar a existência de Deus.

Será que este argumento é válido quando usamos as leis da lógica? Não.

Ao afirmar que não existe verdade absoluta, tal afirmação, também, não pode ser verdade absoluta. Ela se auto destrói, e é uma afirmação falsa, portanto, caracteriza-se como um argumento invalido (falso). 

Outra coisa que se deve perguntar para um professor que afirma que não há verdade absoluta: Se não existe verdade absoluta, então, tudo que é ensinado aqui, também, não pode ser verdade. Ou seja, o aluno sai de casa rumo a um local que só ensina mentiras, gasta seu tempo e dinheiro. Que sentido há em tudo isto? Se não existe verdade absoluta a universidade, o professor e tudo que é ensinado também é mentira.

Existência de Deus

  • Um ateu pode dizer: “Você deve ignorar a crença em Deus, não podemos saber que nada é verdadeiro a menos que seja cientificamente testado, verificado e comprovado.

A resposta para esta questão: Mas a sua teoria (afirmação do ateu) foi testada, verificada e provada? Se foi, quando isto aconteceu? Onde estão os dados?

Argumento cosmológico

Esta palavra vem da fusão de duas palavras gregas “Cosmos” que significa mundo ou Universo e lógico “aquilo que é compreensível”.

Vamos ao silogismo

Premissa 1– Tudo que teve um começo teve uma causaExistência de Deus

Premissa 2 – O Universo teve um começo

Premissa 3 – Portanto, o Universo teve uma causa.

A primeira premissa é uma universal afirmativa, a segunda é uma particular afirmativa. Assim, o resultado é válido, o Universo teve uma causa. Esta causa é Deus.

Uma coisa é certa, a ciência não nega que o universo não é eterno, mas, teve um principio ou inicio. Se teve inicio, não pode ter vindo do caos ou do nada. O nada não pode produzir nada porque ele não é nada. O papel da ciência é a busca pelas causas e é isto que os cientistas fazem.

O Máximo que a ciência pode regredir é até uma pequena partícula que originou todas as outras coisas que conhecemos hoje. Mas de onde veio esta partícula? Qual foi a causa dela? Não tem resposta sem chegar a uma causa primeira, e esta causa é Deus.

Outra afirmação dos ateus referente a maior fonte de informação que temos “a Bíblia”, segundo eles este livro não tem credibilidade devido ser velho e ultrapassado. A pergunta é: Por que devemos acreditar, então, em Sócrates, Aristóteles, Platão e todos os filósofos? Eles também não seriam velhos e ultrapassados? E o que dizer sobre os impérios grego, Romano e outros? Deveríamos apagá-los da história?

Todos nós sabemos que o Universo funciona em perfeita harmonia. Cada elemento contribui para o bom desempenho do outro. Tudo é matematicamente projetado nos mínimos detalhes. Imagine se o sol fosse mais perto ou mais longe da terra? E se a lua deixasse de orbitar a terra?  Veja o argumento teleológico que teve sua origem no grego “telos” =  “plano” (planejamento), ou seja, o Universo teve um plano.

Silogismo:

  • Todo projeto tem um projetista
  • O Universo apresenta elementos projetados
  • Portanto, o Universo teve um projetista.

O silogismo acima possui argumentos válidos que aponta para um Deus projetista.

A primeira premissa é uma universal afirmativa, a segunda é uma particular afirmativa. Assim, o resultado é válido, o Universo teve um projetista.

Muitos afirmam que o Universo derivou de leis naturais. Somos obrigados a perguntar: Uma lei implica e exige um legislador, quem criou estas leis?  E quem as mantém funcionando?                                                                                                          

Visite nosso Canal no Youtube-Clique aqui                            

Conclusão sobre a existência de Deus

Existência de Deus é um fato em aberto. O ateu não pode provar que Deus não existe, porém, são muitas as evidências que apontam para Deus. A criação é como uma placa de sinalização que não aponta para si mesma, mas, para um Deus Onipotente, Onisciente e Onipresente. É preciso ter muita fé para acreditar que o homem inteligente, regido por leis morais, com consciência do certo e errado, possa ter sua origem em forças cegas.

Em outros artigos trataremos com mais profundidade este tema. Se você gostou deste artigo compartilhe, deixa um comentário abaixo. Coloque seu email na caixa que aparece no lado direito desta tela, depois abra sua caixa de Email e confirme seu cadastro para receber novos artigos.

seta-imagem-animada-0044“Porque Tu nos criaste para vós, o nosso coração ficará inquieto até que voltemos para vós”. Agostinho de Hipona

Para complementar seu estudos vejam o vídeo:

Adilson Cardoso

Se você gostou deste Artigo, pode gostar também: 

Provas da Existência de Deus

Quer Aprender Hebraico Grátis? Junte-se a nós no Youtube!

Playlist com todas as aulas

https://bit.ly/3jRTxpg

 

1 comentário em “Existência de Deus”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Conteúdo protegido

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
%d blogueiros gostam disto: