PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR

PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR E O MÉTODO CARTESIANO

PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR ATRELADA AO MÉTODO CARTESIANO

PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR – Numa sociedade plural em meio à diversidade cultural. Cujas divisões sociais em que as sociedades se agrupam (minorias, etnias, classes sociais, raça, gênero, religião, ideologias, políticas, senso comum ou PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSORintelectual).

As “verdades e visões de mundo” são inúmeras e excludentes. Se “A” está certo “B” tem que estar errado. Como saber se “A ou B” estão certos se ambos afirmam categoricamente serem portadores da tal “verdade”? Por isto, precisamos de vez em quando dar uma sacudida nas nossas certezas e verdades para ver se elas não se desmoronam.

Prática docente e ensino tendencioso não combinam, haja vista, todo discurso carregar verdades e crenças já estabelecidas. O professor precisa ser profissional e não ceder as tentações que podem levar a doutrinação.

PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR

O método cartesiano consiste em considerar erro e verdade. E Descartes alerta sobre a possibilidade de sermos enganados pelos nossos sentidos. Também, o erro de aceitar ideias de outros sem uma avaliação crítica ou sem duvidar. E o perigo da predisposição de acolher confortavelmente as ideias de amigos, parentes e pessoas que nos agradam.

O método cartesiano não é somente possível atrelar a prática docente, como também necessário. Haja vista, quando nascemos recebemos um mundo já interpretado por outros, paradigmas e dogmas orientam o padrão de vida a ser seguido.

O docente tem o dever de ajudar o discente a reinterpretar e repensar sua cosmovisão, sua visão de mundo. Para isto, segundo Descates, para formular uma verdade precisamos primeiro colocar nosso conhecimento prévio em dúvida. É preciso questionar todos os fatos que possuímos.

O método cartesiano consiste em avaliar criteriosamente e em detalhes uma busca das evidências relacionadas à suposta verdade. Às vezes, nossas crenças se fundamentam apenas em argumentos vazios.

Meus avós falaram, meus pais diziam, meu pastor pregou ou meu professor preferido me ensinou. Sendo assim, continuarei a reproduzir as mesmas crenças para as gerações futuras. O professor com as ferramentas de Descates pode ajudar o aluno a romper com esta geração papagaio que apenas saem repetindo aquilo que ouviram.

Descates formulou algumas regras para fundamentar sua teoria e auxiliar o professor. Estas mesmas regras continuam tão atuais que não podem ser desprezadas. Regra da evidência: Recolher fatos e informações sobre ideias inatas, depois cruzar informações com novos conceitos e teorias aprendidas na escola.

A possibilidade de avaliação servirá como ferramenta para novas visões de mundo e evitar a alienação e o processo de massificação imposta por grupos radicais e tendenciosos.

Regra da análise: Ajudar o aluno fracionar o problema em fase de estudo, dividir toda dificuldade no menor número de partes possíveis para solucioná-las.

Regra da síntese: Encaminhar o raciocínio iniciando com aquilo que é mais simples e mais fácil de compreender e depois ascender para os mais complexos.

Regra da enumeração: Enumerar de forma completa e fazer uma revisão geral para ter certeza de não ter omitido nada. Nunca aceitar como verdadeira qualquer coisa que não seja reconhecida como verdadeira sem sombra de dúvida.

Conclui-se que o método cartesiano atrelado a prática docente é eficaz e necessário, pois, traz as questões da vida para debate e provoca a reflexão. Num mundo plural não se deve ignorar que a filosofia pode fornecer ferramentas importantes para combater qualquer sistema gerador de preconceito, ódio, discriminação e alienação. O legado cartesiano é a mais importante e atual dessas ferramentas.


Inscreva-se no Site para receber novas postagens. Deixa seu Email na caixa que está no lado direito desta tela e depois abra sua caixa de Emails para confirmar sua inscrição. Sem a confirmação o registro não será validado. Não fazemos spam e somos contra quem o faz. Que o Eterno vos abençoe


Se você gostou deste Artigo pode gostar deste também:

A Educação na Grécia Antiga e a Educação caótica no Brasil

 

PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR –  PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR  –  PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR  –  PRÁTICA DOCENTE DO PROFESSOR 

 

Visite Nosso Canal A Letra Mata

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
%d blogueiros gostam disto: