Alfabetização

ALFABETIZAÇÃO LER CORRETAMENTE OS TEXTOS HEBRAICOS

Alfabetização é o processo de assimilar consoantes com vogais, formar sílabas, palavras, frases, textos e depois ler corretamente, sempre respeitando as regras gramaticais do idioma.Alfabetização

Para isto precisamos aprender as regras do shevá, do dagesh e a divisão de sílabas tudo ao mesmo tempo. Você pode acompanhar as regras de Alfabetização, também, assistindo as vídeo-aulas no nosso Canal do YouTube. Para isto, clica no link que está localicado no lado direito desta tela.

O processo de alfabetização encerra-se nesta página, após este estudo você estará alfabetizado e deverá ler os textos corretamente para partir para o próximo módulo.

Alfabetizar

A primeira regra é a divisão de sílabas, esta é a chave para ler corretamente,

As Sílabas podem ser abertas ou fechadas:

Aberta – contêm uma consoante e uma vogal= C V e recebe uma vogal longa.

Fechada – Contêm duas consoantes e uma vogal= C V C e recebe uma vogal breve.

Observações importantes:

    • Uma sílaba só pode ter uma vogal

 

    • Somente as vogais cheias (longas e breves) são consideradas vogais. O shevá e as meias vogais não são consideradas como vogais.

 

  • Sabemos quantas sílabas tem uma palavra pela quantidade de vogais cheias que elas possuem. Exemplos:

לַיְלָה lailah – esta palavra tem duas sílabas porque tem duas vogais  לַיְ/לָה o qames e o patáh. O shevá não conta como vogal.

בְּתוֹךְ dentro – esta palavra tem apenas uma sílaba porque só tem uma vogal “shurek” (u).

הִתְכַּתֵּב eu fui inscrito הִתְ/כַּ/תֵּב esta palavra tem três sílabas porque tem três vogais cheias.

Viu como é fácil, é só seguir esta regra e você terá facilidade para ler corretamente. Agora vamos aprender a regra do shevá que são dois pontinhos colocados abaixo da consoante e pode ser pronunciado ou não.

Quando o shevá está no início de palavras ou início de sílabas é pronunciado:

בְּהֵמָה gado – Behemah – está no início da palavra por isto é pronunciado.

יַלְדָּה menina – Yaldah  יַלְ/דָּה neste caso o shevá está fechando a sílaba e não é pronunciado.

יִשְֹרָאֵל Yisrael יִשְֹ/רָ/אֵל Lemos Israel porque o shevá é mudo

יִשְׁמְרוּ  sempre que uma palavra tiver dois shevás como esta, o primeiro não é pronunciado porque está no final da sílaba fechando-a. O segundo é pronunciado porque está no início da sílaba abrindo-a יִשְׁ/מְרוּ  Yishmeru. Repare que só tem um (e) na palavra.

יִכְתְּבוּ Yikhtevu – é o mesmo caso do exemplo acima יִכְ/תְּבוּ Observação: Uma palavra hebraica nunca começa com dois shevás, os dois shevás seguidos aparece apenas no meio das palavras.

לָךְ  Lach – o shevá no final de palavras é mudo não pronunciado.

אַתְ  At – mesmo exemplo citado acima.

Para mais informações sobre a regra do shevá clica no link abaixo:

Regras do shevá clique aqui

Outra regra importante é a do patáh furtivo colocado no final da palavra, sempre que isto ocorrer a vogal é lida antes da consoante. Veja os exemplos abaixo:

כֹּחַ Koakh                     רוּחַ Ruakh 

Regra do dagesh forte (hazaq), sempre que houver um shevá em um sílaba com dagesh forte o shevá será pronunciado porque ele está duplicando a consoante. Exemplos:

מִמְּךָ Mimekha – isto ocorre porque o dagesh duplica o mem מִמְ/מְךָ repare que tem dois shevás na palavra, um está fechando a sílaba e o outro abrindo, por isto é pronunciado.

Observação: no início desta lição eu disse que sílaba aberta recebe uma vogal longa. Vejamos então a palavra acima. Por que neste caso a sílaba aberta está com uma vogal breve?

מִ/מְּךָ Repare que a primeira sílaba da palavra tem apenas uma consoante e uma vogal indicando que ela é uma sílaba aberta com uma vogal breve, isto não pode acontecer de forma nenhuma. Por isto é inserido um dagesh forte para duplicar a palavra. Veja como fica: מִמְ/מְךָ  Agora sim temos uma sílaba com duas consoantes e uma vogal breve, indicando que ela é uma sílaba fechada com uma vogal breve.  Esta regra acontece com muita frequência nos textos hebraico.

קִטְּרוּ qiteru – mesmo caso citado acimקִטְ/טְרוּ Para mais informações sobre as regras do dagesh clica no link abaixo.

Veja também Regra do Dagesh
Importante: O Álef א e o Hey  nunca  ה  fecham sílabas. Exemplos:

Esta palavra ABBA (pai)  אַבָּא tem a primeira sílaba aberta com uma vogal breve, isto não pode acontecer, por isto tem um dagesh forte duplicando o beyt. A segunda sílaba só tem uma consoante, pois, o álef não fecha sílaba. Então temos um sílaba aberta com uma vogal longa אַבְּ/בָּ/א

Alfabetização

Outro exemplo: Isháh (mulher) אִשָּׁה a primeira sílaba é aberta com uma vogal breve, isto não pode. Então é inserido um dagesh forte para duplicar o Shim, assim temos uma sílaba fechada com uma vogal breve. No final o Hey não fecha a sílaba, por isto temos uma sílaba aberta com uma vogal longa אִשְׁ/שָׁ/ה

Para complementar seus estudos veja a videoaula:

Aqui terminamos o processo de Alfabetização. Se você gostou compartilhe, deixa um comentário abaixo. Insira seu Email na caixa que aparece no lado direito da tela, abra seu Email e confirme a inscrição para receber novos artigos.

Prof. Adilson Cardoso

Próxima lição clica no link abaixo:

https://adilsoncardoso.com/index.php/palavras-hebraicas/

 Visite Nosso Canal Alfabetização

 


Alfabetizar-Alfabetizar-Alfabetizar-Alfabetizar-Alfabetizar-Alfabetizar-Alfabetizar-Alfabetizar

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

error: Content is protected !!

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.
%d blogueiros gostam disto: