Batismo

Batismo cristão – por Imersão – por Aspersão – Efusão

BATISMO – O batismo através de um símbolo visível apresenta a morte, o sepultamento e a ressurreição gloriosa de Cristo Jesus. Também, representa a morte do crente com a antiga vida de pecado, o sepultamento na semelhança de Sua morte, e a ressurreição para andar com Ele em nova vida.

Todas as igrejas cristãs práticam o batismo. Ele foi ordenado pelo próprio Jesus Mt 28:19; Mc 16:15. O batismo simboliza a regeneração e o novo nascimento espiritual. Haja vista, o batismo ser um símbolo do início da vida cristã, deve ser ministrado apenas aos que de fato aceitaram a fé e iniciaram a vida cristã.

“Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” Mateus 28:19 “Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado”. Marcos 16:16

Batísmo Batísmo Batísmo

FORMAS DE BATISMO

IMERSÃO – a pessoa é imersa por completo na água. Pentecostais, Neopentecostais, Batistas, Adventistas.

ASPERSÃO – A água é chuviscada ou borrifada na cabeça da pessoa. Igrejas Católicas, Luteranas, Anglicanas, Presbiterianas, Congregacionalismo, Metodistas.

EFUSÃO – A água é derramada sobre a cabeça da pessoa

QUEM DEVE SER BATIZADO

Somente aqueles que fizeram sinceramente de coração uma profissão de fé digna de crédito devem ser batizados. Aqueles que deram provas razoáveis de crerem em Jesus. Quem tem dúvidas ou possui fé vacilante não deve ser batizado.

As crianças antes de compreender o real significado do batismo. Que ainda não tem a capacidade cognitiva formada para entender e firmar sua fé não devem ser batizadas.

SIGNIFICADO DO BATISMO

O principal propósito do batismo é confirmar a fé anteriormente professada em Cristo. Ou seja, o pecador recebe Jesus como seu Salvador e em algum momento ele deve confirmar este ato de fé. Esta confirmação é feita pelo batismo, ou seja, o crente torna pública a sua fé. Ele declara publicamente que sua fé não é vacilante e que realmente é aquilo que ele quer.

Romanos 6:11 relata que há uma ligação estreita entre o batismo e nossa união com Cristo em sua morte e ressurreição. O Livro de Atos liga com frequência a fé com o batismo. O batismo, em geral, segue-se a fé ou coincide com ela. O batismo em si é um ato de fé e compromisso. Embora a fé seja possível sem o batismo, ele é o desdobramento natural e a complementação.

O significado do batismo confere um ato de fé e um testemunho poderoso da união do crente com Cristo. O batismo é uma proclamação da verdade que Cristo fez; é a “Palavra em forma de água”, que testifica da participação do crente com a morte e ressurreição de Jesus. Ele é um símbolo, não um simples sinal, pois de fato retrata a morte e ressurreição do crente com Cristo.

BATISMO E A SALVAÇÃO DO CRENTE

Aqui repousa as maiores dúvidas relacionadas ao batismo. O batismo pode salvar ou a falta dele pode tirar a salvação da pessoa? Depende, ninguém precisa do batismo para ser salvo, isto é, o batismo não é um meio de salvação. Porém, a falta dele pode comprometer a salvação.

Digamos que uma pessoa recebe Jesus como seu salvador e em seguida ela morre sem se batizar, com certeza esta pessoa estará salva. Nota-se que o batismo ou a falta dele não interferiu na sua salvação. Então, quando que a falta do batismo pode tirar a salvação de uma pessoa?

Como já tratado no tópico anterior, o novo convertido precisará confirmar sua fé para dar sequência na sua caminhada cristã. E para isto as Igrejas tem uma rotina de batismo que acontece vez ou outra. Entre a conversão e o primeiro batismo realizado se o cristão morrer estará salvo, porém, se ele se recusar a batizar por não ter certeza se é realmente isto que ele quer ou por vergonha de se expor como cristão ou por dúvidas, ele corre o risco de perder a salvação. Haja vista, a salvação estar vinculada ao crer:

“a saber: Se, com a tua boca, confessares ao Senhor Jesus e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo”. Romanos 10:9

Deve-se levar em consideração o não batismo justificável, por exemplo: A pessoa não batizou porque estava doente e não porque sua fé estava vacilante ou qualquer outra razão justificada.

“Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.” Marcos 16:16

Repare que a segunda parte do Versículo não faz nenhuma menção ao rito de batizar. A falta de fé e não a falta do batismo se correlaciona com a condenação.

” Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito não pode entrar no Reino de Deus.” João 3:5

Este versículo sugere a ideia de purificação e não batismo. No capítulo seguinte Jesus fala para a mulher samaritana que “Ele é a água a jorrar para a vida eterna”. Esta afirmação é clara “não é a água que salva, mas, Jesus”.

“que também, como uma verdadeira figura, agora vos salva, batismo, não do despojamento da imundícia da carne, mas da indagação de uma boa consciência para com Deus, pela ressurreição de Jesus Cristo”; 1 Pedro 3:21

Note que este versículo é uma negação de que o rito do batismo tem algum efeito em si. Ele salva apenas por ser um compromisso diante de Deus, um ato de fé, reconhecimento de que precisamos dele. A verdadeira base da salvação é a ressurreição de Jesus.

LOCAIS EM QUE DEVE OCORRER O BATISMO

Quanto ao local observamos perplexos a ignorância de alguns pastores e lideres de igrejas. Recusam batizar os membros na piscina com o argumento que a única forma válida de batismo deve ser em água corrente. No entanto, fazem os batismos nas represas de suas cidades. Logo surge a pergunta: Qual a diferença entre a água represada na piscina com a água da represa? O próprio nome “represa” sugere que a água não é corrente.

Um olhar observador logo verá que grande parte da população mundial vivem em grandes centros urbanos, cujo os rios estão desaparecendo ou poluídos. Daí surge à necessidade de adaptação ao meio e as possibilidades que ele dispõe para realização dos batismos. Muitos pastores optaram por instalar piscinas dentro das igrejas para facilitar a mobilidade dos membros.

IDADE ADEQUADA PARA SE BATIZAR

Uma pergunta recorrente em várias vertentes do cristianismo é: Com quantos anos de idade a criança deve ser batizada? A principio deve-se verificar qual a capacidade de compreensão da criança. Os requisitos básicos para o batismo é a pessoa conhecer as doutrinas da Queda, do pecado e da Salvação. Ou seja, reconhecer que é pecadora e que não possui meios para se salvar. E ao mesmo tempo entender que o sacrifício de Cristo na cruz é a única forma de Salvação.

Esta compreensão varia de criança para criança. É um erro estabelecer uma idade fixa para o batismo. Tem crianças que são tardias em compreender e outras desde cedo são conscientes sobre o rito. Também, deve-se levar em consideração o ambiente em que a criança vive, exemplo: Os pais possuem conhecimento Bíblico e ensinam seus filhos? São novos convertidos? A igreja cumpre seu papel de ensinar?

A criança deve ter idade suficiente para fazer sua profissão de fé digna de crédito. A Igreja precisa administrar cuidadosamente o grau de espiritualidade de cada criança individualmente e decidir sobre sua necessidade de batizar.

O batismo é paralelo à circuncisão. No Novo Testamento, o sinal externo de ingresso na “comunidade da aliança” é o batismo. Portanto, o batismo é o equivalente neotestamentário da circuncisão. GRUDEM, Waine, Teologia Sistemática, pag. 822

QUEM PODE MINISTRAR O BATISMO

“Devemos reconhecer aqui que as Escrituras simplesmente não especificam quaisquer restrições sobre quem pode realizar a cerimônia do batismo” GRUDEM, Waine, Teologia Sistemática, pag. 829

“Todavia, se de fato cremos no sacerdócio de todos os crentes 1 Pedro 2:4-10, parece não haver necessidade em princípio de restringir o direito de ministrar o batismo apenas ao clero ordenado”. GRUDEM, Waine, Teologia Sistemática, pag. 829

Batismo

Embora não haja restrição na ministração deste rito , no entanto, devemos valorizar os pastores e líderes levantados por Deus para tal ofício.

No caso da ausência de um pastor, exemplo: Missão numa aldeia distante ou locais desertos sem uma autoridade eclesiástica por perto, o rito deve ser realizado pelo missionário ou o crente que lá está fazendo a obra.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Toda e qualquer teologia ou posição teológica funda-se na pessoa de Cristo Jesus. Ele é o fundamento 1 Coríntios 3:11. Sendo assim é ele quem batiza e não a água, seja ela parada ou corrente, represa, rio ou piscina não faz a menor diferença. Somos batizados em Jesus e a água é apenas um instrumento.

Sendo Jesus o batizador também a forma não faz sentido. A palavra grega baptizo, cujo significado é imergir ou mergulhar na água é a forma usada pela igreja primitiva. No entanto, não se deve dogmatizar que esta seja a única forma válida de batismo, mas, é aquela que preserva e completa mais plenamente o significado do batismo.

As igrejas Presbiterianas, Metodistas e outras que praticam a Aspersão e Efusão são igrejas históricas que surgiram muito antes das Pentecostais e Neopentecostais. Elas tem muito a nos ensinar. É um erro pensar que eles não serão salvos simplesmente porque batizam seus membros de forma diferente. Lembrem-se, a salvação está em Cristo e Ele é o Pilar onde estas igrejas irmãs sustentam sua fé.

Todos os pastores de todas as igrejas, cedo ou tarde, terão pessoas doentes, idosos ou deficientes físicos para batizar. Seria ignorância e falta de responsabilidade mergulhar na água pessoas com a saúde debilitada. Elas poderão até morrer na água e o tal pastor responder na justiça criminal. Também ser alvo negativo de manchetes de noticiários inescrupulosos que não perderão a oportunidade de criticar o já tão criticado cristianismo.

O mais sensato é batizar estas pessoas por aspersão ou Efusão para evitar problemas. Inclusive pacientes em estado terminal nos hospitais, que tem o desejo e querem se batizar. Sendo Jesus que batiza e não a imersão na água, elas terão perfeitamente seus batismos validados por Deus.

Inscreva-se no Site para receber novas postagens. Deixa seu Email na caixa que está no lado direito desta tela e depois abra sua caixa de Emails para confirmar sua inscrição. Sem a confirmação o registro não será validado. Não fazemos spam e somos contra quem o faz. Que o Eterno vos abençoe

Batismo Visite Nosso Canal Batismo

Deixe uma resposta