destino

Destino – existe um tempo predeterminado para morrer?

Destino – Quase sempre quando alguém morre ouvimos a frase “chegou a hora dele” ou “ninguém morre antes da hora marcada”. Mas, isto reflete a realidade? Aquilo que as Sagradas Escrituras nos apresentam no seu conjunto do tema pode nos esclarecer tal dúvida?  E você leitor, o que acha? Existe um destino para morrer? Este Artigo propõe trazer este tema complexo ao debate e queremos ouvir sua opinião, deixe seu comentário abaixo para acrescentar mais informações.

Os defensores de que existe um tempo de morrer usam de forma isolada os Versículos de Eclesiastes:  

 

“Tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu”.

“Há tempo de nascer, e tempo de morrer…”  Eclesiastes 3:1-2 ARC

Porém, não se deve fragmentar jamais o pensamento do autor para fundamentar crenças ou posições teológicas. Precisa-se de uma visão holística (do todo) ou o conjunto completo do que realmente pensava o sábio Salomão. Faz-se necessário ampliar o olhar num ângulo em que toda a Bíblia possa ser apreciada em harmonia.

Deve-se também levar em consideração que o Livro de Eclesiastes:

 

“É um sermão com texto, introdução, tese, elaboração, ilustração, conclusão e aplicação, e precisa ser interpretado aos poucos. Seu método é dialético. São apresentados dois pontos de vista com negações e afirmações sucessivas do livro”. ELISSEN Stanley – Conheça Melhor o AT – Pg 228 – 2007, Vida.

Quando o sábio Salomão indica um “tempo determinado” logo em seguida ele mostra que existe um “propósito”. O propósito da vida é nascer e morrer, o Salmo 90 fala sobre viver 70 ou 80 anos e este é o propósito, mas pode ser reduzido.Destino

Tempo de plantar e arrancar. Neste caso existe um tempo certo para plantar, porém, a colheita vai depender da chuva, da ausência de pragas, da plantação não ser roubada pelos filisteus como acontecia com Israel. Se a colheita está destinada, o que dizer do gafanhoto devorador? Joel 1:1-4

Observa-se no texto hebraico a primeira citação de tempo זְמָן  (zeman) “tempo determinado”. As outras citações de tempo עֵת (et) tempo indeterminado, fora do controle do homem que mostra nossa total insignificância. Estas reflexões levaram Salomão dar valor a palavra vaidade (falta de sentido).

DESTINO – TEMPO DE MORRER & PREDESTINAÇÃO

Destino – Tempo de morrer e tempo de nascer, eis o contraste. Pensar que o Criador nos predestinou para o nascimento não nos traz problemas. Haja vista Sua Onipotência é perfeitamente capaz de determinar o dia e a hora do nascimento de todas as pessoas, em todos os lugares e tempo. O problema recai no tempo de morrer.

Digamos que o tempo da morte de uma pessoa é em 2030, então, nada poderá tirar a vida desta pessoa antes desta época. Até as orações de livramento perde seu sentido. Também, certos textos da Bíblia, por exemplo – Salmo 91 não tem valor algum!

Que diremos do Livre Arbítrio? Somos resultado das nossas ações (escolhas). E a Lei da semeadura? “Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará”.   Gálatas 6:7

DESTINO – TEMPO DE MORRER NA ÓTICA DE SALOMÃO

Destino – Tempo de morrer analisado com as lentes de Salomão. Em outros textos fica evidente que não tem ligação nenhuma com destino humano ou predestinação. Vamos a eles:

“Não sejas demasiadamente ímpio, nem sejas louco; por que morrerias fora de teu tempo?” Eclesiastes 7:17

Ao cruzar informações de Eclesiastes 3:2 com 7:17 Salomão, embora,  apontar para um tempo de nascer e outro para  morrer 3:2    , no entanto, em 7:17 ele declara abertamente que o destinohomem pode interferir e acelerar sua morte. As causas: “Ímpio” – Ao rejeitar Deus o homem torna-se presa fácil nas garras satânicas e ele é guiado por forças malignas, cujo resultado é a loucura. E a loucura pode conduzir a morte precoce ou antes do tempo:

IMPRUDÊNCIA – Quando alguém viola as leis e conduz um veículo em alta velocidade ou faz prática de esportes radicais com risco de perder a vida. Quando alguém trabalha em locais perigosos, expostos a produtos químicos, venenos de todos os tipos. Ou executa qualquer outra tarefa de risco conscientemente que pode ser evitada. Estas pessoas escolhem viver menos, são conscientes que sua imprudência pode os levar a morte antes do tempo.

VICIOS – Uso de drogas, qualquer tipo de tabagismo, alcoolismo e outras complicações que acompanham estas mazelas são fatores redutores da vida. As pessoas não são viciadas por força do destino, mas, pela escolha. Eu que escolho fumar ou não fumar, beber ou não beber e assim por diante.

ALIMENTAÇÃO – Comer demais (glutonaria) ou a falta de alimento (desnutrição). Alimentos cheios de agrotóxicos e pesticidas causadores de câncer e outras doenças. Alimentos gordurosos que provocam doenças cardíacas e o consumo excessivo de açúcar que gera diabetes podem diminuir drasticamente o tempo de vida.

SEDENTARISMO – Não podemos dar moleza para o nosso corpo que as enfermidades entram. A prática de esportes ou uma caminhada diária pode prolongar o tempo de vida. O sedentarismo também pode levar a obesidade e consequentemente a morte prematura.

Poderíamos crescer esta lista, mas, entendo que é suficiente para mostrar que o nosso tempo de vida não depende do destino e sim das nossas escolhas.  Se existe um tempo de morrer, então, para que se alimentar bem, praticar esportes, ser prudente e não ter vícios?

PROVÉRBIOS

 

“Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos”.

“Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz”. Provérbios 3:1-2

Não esquecer da Lei e guardar os mandamentos do Senhor é a condição para prolongar a vida. Preste atenção nas expressões fortes: “aumentarão os teus dias” e “acrescentarão anos de vida”. Se é o destino que conduz a vida, então, para que guardar Lei e os Mandamentos?

 

“O temor do SENHOR aumenta os dias, mas os anos dos ímpios serão abreviados.” Provérbios 10:27

Salomão inicia o Livro de Provérbios dizendo que o “temor” do Senhor é o principio da sabedoria. E no Capítulo 10 afirma que este mesmo “temor” aumenta os dias de vida e que a escolha de ser ímpio abrevia. Ou seja, os mandamentos do Eterno produz vida e quem possui o temor obedece e vive mais. Porém, o ímpio viverá menos.

Repare que mais uma vez a longevidade da vida está ligada à escolha entre temer e não temer, e não no destino. Se existe um tempo de morrer, então, temer a Deus para viver mais não é necessário.

HONRAR PAI E MÃE

 

“Honra a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR, teu Deus, te ordenou, para que se prolonguem os teus dias e para que te vá bem na terra que te dá o SENHOR, teu Deus”. Deuteronômio 5:6 

Confiram também:

Êxodo 20:12        Efésios 6:1-4

Honrar pai e mãe é um dos mandamentos que aparece várias vezes no Antigo Testamento. Preste atenção nas palavras “para que” indicando o objetivo que é prolongar a vida. Paulo no Novo Testamento escreveu para a igreja de Éfeso e acrescentou “este é o primeiro mandamento com promessa”.

A crença de que existe um tempo programado para morrer, ou seja, um destino predeterminado que não podemos escapar dele é por demais equivocado. Isto exigiria um determinismo sincronizado com todos os eventos juntos e não haveria possibilidade de falhas. Por exemplo:

Um avião cheio de pessoas cai nas arquibancadas de um estádio de futebol num dia de jogo e morrem todos que estavam a bordo e no estádio. Se existe um destino ou um tempo para morrer, então, deve-se aplicar o mesmo critério para todos os mortos. O destino teria que reunir e sincronizar todas as pessoas da tripulação e passageiros. Ainda marcar e organizar o jogo para este dia e escolher todas as pessoas predestinadas à morte no mesmo local e hora. Isto é impensável, pois, são muitas peças para encaixar ao mesmo tempo e no mesmo quebra cabeça.

Agora imagina um atropelamento com morte no centro de uma grande metrópole por um motorista bêbado. Para haver tal sincronização o motorista atropelador, por obrigação, deve ser destinado a ser um bêbado e carregar consigo o destino de atropelar alguém no futuro. Além disto, no dia da morte da vitima teria que reunir ambos no mesmo dia, hora e lugar para a tragédia acontecer.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A crença de que existe um tempo de morrer não se verifica biblicamente e elimina o poder da oração por livramento. Por que orar antes de uma viajem pedindo livramento?

No caso das grandes tragédias com alguns sobreviventes pode ser que estes poucos foram livrados por Deus pelas suas orações como aconteceu na queda do Avião com o time da chapecoense. Vejam o testemunho do jogador Neto. E não porque não chegou “o dia deles” como acreditam alguns.

destino

Vejam as fortes expressões no Salmo 91: “estarás seguro”, “não temerás”, “nenhum mal te sucederá”, “Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos”, “também eu o livrarei”, “dar-lhe-ei abundância de dias”. A Bíblia é composta por muitos textos com promessas de livramento.

Não há como conciliar fé e destino, quem tem fé não precisa de destino, pois, quem tem fé ora a Deus e segue em segurança. Se acontecer uma tragédia o crente será livrado e se morrer estará Salvo que é o maior de todos os livramentos. Devemos lembrar que a morte é uma realidade, cedo ou tarde ela virá e ninguém escapará, porém, o dano da morte eterna não nos atingirá.

Nosso destino está nas mãos de Deus, mas, podemos acelerar nossa morte pela imprudência. A fé precisa ser exercitada todos os dias e a esperança de dias melhores e vida longa deve nos acompanhar. 


Inscreva-se no Site para receber novas postagens. Deixa seu Email na caixa que está no lado direito desta tela e depois abra sua caixa de Emails para confirmar sua inscrição. Sem a confirmação o registro não será validado. Não fazemos spam e somos contra quem o faz. Que o Eterno vos abençoe

  

Facebook Comments

Deixe uma resposta