A igreja substituiu Israel

A Igreja Substituiu Israel?

A Igreja Substituiu Israel? Uma falsa ideia que está ganhando popularidade entre os cristãos é a intolerante doutrina ensinada e propagada, na qual, a igreja substituiu Israel. Tanto católicos como evangélicos abraçaram um anti-semitismo intolerável e anti-biblico.

A Igreja Substituiu Israel?
A Salvação vem dos judeus Jo 4:22

 

A Igreja Substituiu Israel?
Israel

Esta Doutrina ou Teologia da substituição declara abertamente que Israel foi deserdado e perdeu sua benção por causa de seus pecados, e as profecias acerca de sua restauração perderam a validade. Este artigo pretende discorrer sobre este assunto na Bíblia e, analisar reflexivamente os textos sobre “A igreja substituiu Israel?”.

PROMESSAS ETERNAS PARA ISRAEL

  • Gênesis 12:1-3 Ora, o Senhor disse a Abrão: Sai da sua terra, da tua parentela e da casa de teu pai e vai para a terra que te mostrarei; de ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei  o nome. Sê tu uma benção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra.
  • Gênesis 17:7-8 E estabelecerei o meu concerto entre mim e ti e a tua semente depois de ti em suas gerações, por concerto perpétuo para te ser a ti por Deus, e à tua semente depois de ti. E te darei a ti, e à tua semente depois de ti, a terra de tuas peregrinações, toda a terra de Canaã em perpétua possessão, e ser-lhes-ei o seu Deus.
  • Salmo 105:8-11 Lembra-se perpetuamente do seu concerto, da palavra que mandou, até milhares de gerações. Do concerto que fez com Abraão, e do seu juramento a Isaque. o qual ele confirmou a Jacó por estatuto, e a terra por concerto eterno, dizendo. A ti darei a terra de Canaã, por limite da vossa herança.

ISRAEL É O CENTRO DA TERRA

É interessante notar que, tanto a Bíblia quanto a Geografia confirma que Israel é o centro da terra. Eis ai a razão do porque Deus escolher esta região para começar seu plano da salvação. É justamente por isso que o Evangelho conseguiu se expandir tão rapidamente e levar a história ao seu auge, que se chama Jesus Cristo.

A Igreja Substituiu Israel?
Centro da Terra

Vejam no mapa ao lado que três continentes convergem para Israel. É difícil saber a qual continente pertence Israel. Leiam abaixo o versículo que mostra Israel como centro da terra:

  • “Isso a fim de tomar o despojo, e de arrebatar a presa, e tornar a tua mão contra as terras desertas que agora se habitam e contra o povo que se ajuntou dentre as nações, o qual tem gado e possessões e habita no meio da terra“. Ezequiel 38:12

Na Bíblia aparece 202 vezes a expressão “o Deus de Israel”, 7 vezes “o Deus de Abraão, Deus de Isaque e o Deus de Jacó”. Deus chama os judeus de “Eleitos ou Escolhidos” muitas vezes. A palavra “Israel” aparece em 2296 versículos da Bíblia e “Jerusalém” 772 versículos. (Informações extraídas, Hunt Dave, Livro Israel no centro do cenário profético, Actual Edições)

A Igreja Substituiu Israel? Pensamento de Paulo

A igreja substituiu Israel? Vejamos o que pensa o Apóstolo Paulo na Carta enviada aos Romanos. Uma exposição detalhada com palavras fortíssimas ligadas ao futuro de Israel:

  • Romanos capítulo 11 – Digo, pois: porventura, rejeitou Deus o seu povo? De modo nenhum! Porque também eu sou israelita, da descendência de Abraão, da tribo de Benjamim. (vs 1).

Sempre nos discursos de Paulo nas cartas, ele tem por característica perguntar e responder ao mesmo tempo. No versículo acima ele pergunta se Deus rejeitou seu povo e a resposta é enfática, “de modo nenhum”. 

  •  Deus não rejeitou o seu povo, que antes conheceu. Ou não sabeis o que a Escritura diz de Elias, como fala a Deus contra Israel, dizendo:  (vs 2)

No versículo 2 ele volta a repetir “Deus não rejeitou seu povo”

  • Digo, pois: porventura, tropeçaram, para que caíssem? De modo nenhum! Mas pela sua queda, veio salvação aos gentios, para os incitar à emulação. (vs 11).

Agora Paulo troca a palavra rejeitar por tropeçar, e a resposta novamente é “de modo nenhum”

  • E, se a sua queda é a riqueza do mundo, e a sua diminuição, a riqueza dos gentios, quanto mais a sua plenitude! (vs 12)
  • Porque não quero, irmãos, que ignoreis este segredo: que o endurecimento veio em parte sobre Israel, até que a plenitude dos gentios haja entrado. (vs 25)

A expressão “até que” estabelece um ponto no tempo, cujo desfecho é a entrada ou plenitude dos gentios. E então todo Israel será salvo. Repare que o plano de salvação para Israel continua ativo. E no versículo 27 Paulo deixa claro que os pecados deles serão tirados, só podemos pensar em “tirar pecados” futuramente quando Jesus voltar. 

    • E, assim, todo Israel será salvo, como está escrito: De Sião virá o libertador, e desviará de Jacó as impiedades. (vs 26)
    • E este será o meu concerto com eles, quando eu tirar os seus pecados. (vs 27)

 

  • Assim que, quanto ao Evangelho, são inimigos por causa de vós; mas quanto à eleição, amados por causa dos pais. (vs 28)

Pelo fato de terem rejeitado Jesus como seu Messias, e Jesus sendo a figura principal do Evangelho, eles tornaram-se inimigos do próprio Evangelho. Lembrem-se, a Bíblia dos judeus é só o AT. Mas, referente a “eleição” o amor de Deus por eles continua válido e ativo.

Quem é contra Israel é contra Deus

O Eterno chama Israel de “a menina dos seus olhos”:

  • “Porque assim diz o Senhor dos Exércitos: Depois da glória, ele me enviou às nações que vos despojaram; porque aquele que tocar em vós toca na menina do seu olho“. Zacarias 2.8

Afirmações como esta nos causa temor, o olho é um órgão muito sensível, o menor corpo estranho é capaz de irritá-lo. Quem toca em Israel irrita o próprio Deus. A igreja substituiu Israel? Não.

Jesus é o maior de todos os judeus. Há dois mil anos ele nasceu como judeu, viveu e desenvolveu seu ministério como judeu, morreu e foi sepultado como judeu. Na sua cruz foi colocado a frase em três idiomas “Este é o Rei dos judeus”. Depois, ressuscitou e foi elevado aos céus como judeu. Ele vai voltar novamente como judeu, seus pés pisará o Monte das Oliveiras e seu trono será em Jerusalém, de lá governará o mundo.

Quem é contra os judeus, também, é contra o maior de todos os judeus, Jesus.

A Bíblia veio dos judeus. E a nossa salvação veio dos judeus:

  • “Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus“. João 4.22

Os cristãos e a Igreja tem suas raízes no povo judeu, a Salvação veio deles. A igreja deve sua existência aos judeus. Deus escolheu este povo e fez brotar neles a igreja. Quem rejeita Israel está pisando nas suas próprias raízes. Se não existisse Israel, também, não existiria a igreja.

A PROSPERIDADE É PARA QUEM AMA OS JUDEUS

  • “Orai pela paz de Jerusalém! Prosperarão aqueles que te amam”. Salmo 122:6

No capitulo 12 de Gênesis Deus foi objetivo nas orientações: “Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoareis os que te amaldiçoarem”. Dizer que a igreja substituiu Israel é tirar a benção deles, e assim, atrair para si as maldições.

Balaão foi contratado para amaldiçoar Israel, no entanto, ele abençoou:

    • Como amaldiçoarei o que Deus não amaldiçoa? E como detestarei, quando o Senhor não detesta? Nm 23:8

 

    • Então disse Balaque a Balaão: Que me fizeste? Chamei-te para amaldiçoar os meus inimigos, mas eis que inteiramente os abençoaste. Nm 23:11

 

  • Eis que recebi mandado de abençoar; pois ele tem abençoado, e eu não posso revogar. Nm 23:20

O persa Hamã tramou a morte de todos os judeus e troxe para si uma maldição irreversível. Foi pendurado na forca que ele mesmo preparou para o judeu Mordecai (Ester 7:9-10)

Existem muitos outros casos na Bíblia como estes citados acima sobre pessoas que sofreram consequências severas por tentar fazer mal a Israel. Sem falar de Hitler, Saddam Hussein e outros inimigos recentes que tiveram um fim trágico.

ISRAEL O PONTEIRO DO RELÓGIO DE DEUS

  • “E o Senhor vos espalhará entre todos os povos, desde uma extremidade da terra até à outra extremidade da terra…” Dt 28:64
  • “Mas: vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do Norte e de todas as terras para onde os tinha lançado; porque eu os farei voltar à sua terra, que dei a seus pais”. Jr 16:15
  • “Não temas, pois, porque estou contigo; trarei a tua semente desde o Oriente e te ajuntarei desde o ocidente”. Is 43:5
  • “Direi ao Norte: Dá; e ao Sul: Não retenhas; trazei meus filhos de longe e minhas filhas das extremidades da terra“, Is 43:6
  • “E os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhe dei, diz o Senhor, teu Deus”. Amós 9:5

Uma análise dos textos acima teremos as seguintes informações que nos ajudarão a compreender o desfecho da história de Israel: 

Pela rebeldia de Israel Deus os espalhou  pelas extremidades da terra. Depois prometeu que os faria voltar do Norte, Sul e das extremidades da terra. E, por fim, implantou Israel na terra para nunca mais sair.

A volta de Jesus para buscar a igreja está estritamente ligada com a formação do Estado de Israel. 

No dia 14 de maio de 1948 sob a liderança de Theodor Herzl, foi fundado o novo Estado de Israel com milhares de judeus retornando para a sua terra. Este é o maior sinal da volta de Cristo. O próprio Jesus falou “olhai para a figueira”, e a figueira é Israel.

Voltando a Isaias 43.5-6, vejam que as profecias deste texto se cumpriram fielmente conforme o relato a seguir: ( O Livro Manual de Eclesiologia da Igreja Batista Shalom, Dr. Agnaldo Leite do Sacramento, Edições Shalom/Rhema)

ORIENTE: Da Índia, Afeganistão, Malásia, China, Iraque (antiga Babilônia). Só do Iraque, uma comunidade inteira de 113.000 pessoas regressaram a Israel em 1959, na operação aérea “Ali Baba” (Isaias 60:8).

OCIDENTE: “Ajuntarei” – Uma seleção de judeus do ocidente regressou enquanto outros permanecem lá, apoiando Israel com suas finanças (USA).

NORTE: “Entrega” – Havia cerca de 3 milhões de judeus na União Soviética. Por uma ordem divina, eles saíram. Em 1990, milhares regressaram a Israel.

SUL: “Não retenhas” – Do Iêmem, uma comunidade de 43 mil judeus atravessaram a Península da Arábia e chegaram a Colônia Britânica de Áden, rumo à terra de seus pais, dizendo ter chegado a hora de partir.

DA ETIÓPIA: Os judeus etíopes, dois terços regressaram a Israel. Por serem de pele escura não foram logo aceitos pelos rabinos.  Há 12 anos, foi descoberto sua verdadeira origem judaica.

EXTREMIDADES DA TERRA: O povo voltou para Israel da Mandechuria e China, da Austrália e Nova Zelândia, da Rússia e Libéria, da Escandinávia, Grã-Bretanha, da América do Norte e do Sul, da Índia e da Ásia, da Pérsia e do Iraque.

A TERRA DE SINIM: “Eis que virão de longe’, e eis que aqueles do Norte e do Ocidente, e aqueles outros da terra de Sinim (Isaias 49:12). Parecia um mistério este lugar. Em 1946, reuniram 30 mil judeus em Xangai, devido a guerra. Não sabiam para onde ir. A maioria, em 1948, partiu para Israel.

A IGREJA SUBSTITUIU ISRAEL? CONSIDERAÇÕES FINAIS

A igreja substituiu Israel? A resposta é não. Segundo a Carta aos Romanos capítulo 11 a Igreja foi enxertada na figueira, Israel é a raiz e a igreja os ramos. Todos os textos apresentados acima mostram claramente que Deus está cuidando do seu povo e as profecias estão se cumprindo fielmente.

No livro de Apocalipse 20:12, na Nova Jerusalém, estão os nomes das 12 tribos de Israel. Novamente surge a pergunta: A igreja substituiu Israel? Não.

O propósito principal da Grande Tribulação é encurralar Israel para que eles aceitem Jesus como Messias. A Bíblia é repleta de promessas para este povo, no entanto, eles rejeitaram a fonte da promessa. Porém, as promessas de Deus não voltam atrás, elas precisam cumprir-se. E, como está escrito em Atos 4:12: 

  • “E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”. At 4:12

Vejam como será a salvação de Israel no Livro de Zacarias 12:10:

  • “E sobre à casa de Davi e sobre os habitantes de Jerusalém derramarei o Espírito de graça e de súplicas; e olharão para mim, a quem transpassaram; e o prantearão como quem pranteia por um unigênito; e chorarão amargamente por ele, como se chora amargamente pelo primogênito”. Zc 12:10

No final da Grande Tribulação, quando Israel estiver encurralado pelos seus inimigos. Sem nenhuma chance de sobreviver ao ataque, eles, perguntarão a Deus sobre as promessas. Nesta hora Jesus virá como Rei do reis e Senhor dos senhores para socorrer lhes.

Este evento tem uma sequência conforme o relato de Zacarias 12:10: Repare que Deus vai derramar o Espírito de graça. (Segundo Efésios 2:8 somos salvos pela graça). Com os judeus não será diferente, ao rejeitar Jesus, rejeitaram também a graça e estão presos a Lei. Eis a razão de Deus derramar o Espírito de graça.

Quando estiverem cheios do Espírito e da graça, sem chance de sobreviver e olharem Jesus vindo ao seu encontro nos ares. Então, olharão para ele e chorarão amargamente.

Para tratar de um tema de tamanha magnitude faltaria espaço nesta página. Porém, creio que a apresentação aqui exposta seja o suficiente para compreender que as promessas e o amor de Deus pelo seu povo continuam de pé. A igreja substituiu Israel? Não, a Igreja não substituiu Israel.

Bibliografias e sugestão de leituras. Estes livros vão ampliar seus conhecimentos: 

HUNT, Dave, Israel no Centro do Cenário Profético, Actual Edições

LIETH,  Norbert, Por que justamente Israel, Actual Edições

LEITE, do sacramento Agnaldo, Manual de Eclesiologia, Igreja Batista Shalom, Edições Shalom/Rhema

Vejam também

Os prejuizos que acompanharam o Pentecostalismo

A igreja substituiu Israel Visite Nosso Canal A igreja substituiu Israel

 

Facebook Comments

Deixe uma resposta